Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Análise a Rafa Silva

por P1nheir8, em 02.09.16

 

A transferência que dominou grande parte do mercado nacional durante o mês de Agosto, terminou finalmente em bem, nos últimos minutos disponíveis para a inscrição de jogadores. Rafa Silva deixou o Sporting de Braga e transferiu-se para o Benfica a troco de 16,4 milhões de euros (a transferência mais cara da história entre clubes da liga portuguesa). O caminho inverso será feito por Rui Fonte e Junior Benítez. Rui Fonte a titulo definitivo e Benítez por empréstimo durante a próxima época.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:46

Análise a Danilo Barbosa

por P1nheir8, em 29.07.16

 

Danilo Barbosa é o mais recente reforço do Sport Lisboa e Benfica. O jovem médio brasileiro, de 20 anos, chega por empréstimo do Sporting de Braga, que detém 100% dos seus direitos federativos. Quanto aos direitos económicos, pertencem quase na totalidade à Gestifute de Jorge Mendes, que sempre viu Danilo como um dos seus jogadores com mais potencial e em quem muito apostou para um dia chegar ao topo do futebol europeu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12

 

No dia de ontem, o Benfica defrontou o Wolfsburgo, naquele que foi um excelente teste de pré-época e que será analisado mais pormenorizadamente no dia de amanhã no nosso blogue, à semelhança do que acontecia na época passada.

 

Falando um pouco da organização defensiva do Benfica, vimos que a equipa continua a crescer nesse aspecto. Assistimos a um bloco defensivo quase sempre bem alto, a não ter receio do espaço nas costas, com pouca profundidade e amplitude, tentando fechar sempre o espaço central e com diversas coberturas defensivas, principalmente na zona de meio-campo. A defesa estava sempre ou quase sempre bem alinhada, com os defesas juntos e os laterais a fechar o espaço interior. A maior dificuldade prendeu-se no controlo da amplitude do lado contrário da bola quando o centro de jogo era virado, já que os laterais e os médios ala fechavam algumas vezes a mesma linha e, como não havia muita pressão ao jogador com bola, deixavam-se fazer vários passes longos, tendo depois o bloco de bascular, nem sempre de forma eficiente.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Análise a Óscar Benítez

por P1nheir8, em 13.07.16

 

Depois de algum impasse sobre se ficaria ou não no Benfica e já depois de estar a treinar às ordens de Rui Vitória, Óscar Benítez foi hoje oficialmente apresentado como jogador do Sport Lisboa e Benfica. O extremo chega do Lanús, clube que recentemente se sagrou campeão argentino, após bater na final do campeonato o San Lorenzo por 4-0.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

Análise a Andrija Živković

por P1nheir8, em 06.07.16

 

Finalmente terminou a novela em torno de Andrija Živković. Foi em Dezembro de 2013 que começou a ser apontado como possível reforço do Benfica, tendo ele na altura 17 anos. Agora, a poucos dias de fazer 20 anos, chega a custo 0 à Luz, já que o seu vínculo com o Partizan terminou recentemente. Claro que nunca será custo 0, porque a comissão a pagar será alta.

 

Živković é um “velho conhecido” de quem gosta de acompanhar os escalões jovens internacionais e o Scouting. Desde muito cedo que é apontado como um jovem com enorme potencial e que iria dar muito que falar. Estreou-se pela equipa principal do Partizan em Abril de 2013, com apenas 16 anos. Assinou depois o seu primeiro contrato profissional e, desde aí, foi muito utilizado no seu clube, tendo saído do Partizan com quase 100 jogos realizados. É o mais jovem capitão de sempre do clube e que deixou de ser opção a partir de Janeiro, quando se recusou a renovar o contrato.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:31

Análise a Guillermo Celis

por P1nheir8, em 04.07.16

 

Guillermo Celis, proveniente do Junior Barranquilla, foi no passado sábado oficializado como reforço do Sport Lisboa e Benfica para a próxima época. O médio colombiano esteve presente na Copa América, que se realizou no passado mês de Junho, onde a sua selecção conseguiu o terceiro lugar. Celis foi utilizado em quatro jogos e titular em dois deles, somando às duas internacionalizações que já tinha antes de começar a prova.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07

Análise a Branimir Kalaica

por P1nheir8, em 20.06.16

 

No passado sábado, o Benfica confirmou oficialmente a contratação de Branimir Kalaica, proveniente do Dinamo Zagreb a custo 0. O jovem defesa central croata chega a Lisboa depois de não ter renovado o vínculo contratual com a sua equipa e assim pôde assinar livremente por qualquer outro clube.

 

Internacional em todos os escalões jovens da Croácia e apontado com uma das maiores promessas do país, Kalaica cedo chegou ao plantel principal do Dinamo Zagreb, tendo sido apenas afastado porque não assinou um novo contrato. Conheci Kalaica no Mundial Sub17 que se disputou no Chile, nos meses de Outubro e Novembro de 2015. Inserido numa selecção com enorme qualidade, onde praticamente os jogadores todos eram provenientes do Dinamo, chegaram aos quartos-de-final, onde depois foram batidos pelo Mali, que foi o finalista vencido. Para além de Kalaica, já vários outros companheiros de selecção foram apontados ao Benfica, como são os casos de Nikola Moro, Davor Lovren ou Josip Brekalo. É normal, são jogadores com enorme potencial, sendo que sou fã incondicional de Brekalo, um jogador com um talento inacreditável e que fez o que quis naquele Mundial, tendo já assinado pelo Wolfsburgo por uma quantia elevada.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

Análise a André Horta

por P1nheir8, em 02.06.16

 

Embora, há algumas semanas atrás, o presidente do Vitória de Setúbal já tivesse confirmado o acordo com o Benfica, só ontem se tornou oficial. Depois de, em 2012, André Horta ter saído dos Juvenis do Benfica para Setúbal, o jovem médio está de regresso ao clube onde passou vários anos da sua formação, e também ao clube do seu coração.

 

Ele nunca escondeu que o Benfica continuou sempre a ser o seu clube mesmo que, eventualmente, tenha sentido alguma mágoa perante a dispensa na formação. Presença habitual nos pavilhões da Luz, demonstra sempre muito amor ao nosso clube. Não tenho a mínima dúvida que é um de nós e sentirá o símbolo que trará ao peito como poucos.

 

Foi das maiores revelações da Liga NOS, apresentando um nível individual bastante alto para um jovem de 19 anos, num campeonato como o nosso. André Horta é irmão de Ricardo Horta que joga no Málaga e que também passou na formação do Benfica. Costuma haver muita discussão sobre qual dos dois tem mais qualidade, mas a minha opinião é de que o André tem mais potencial, qualidade e também uma maior margem de progressão que o irmão.

 

De meias sempre em baixo e ligado à corrente durante os 90 minutos, é um médio ofensivo que pode desempenhar também as funções de médio centro, e penso que será a 8 que se fixará com o passar do tempo. Fisicamente é muito franzino, o que lhe faz perder muitos duelos corpo a corpo e perder vários lances, mas é dotado de uma grande agilidade e com um centro de gravidade bem baixo. Ter uma estatura baixa, também o faz perder praticamente todos os duelos aéreos que disputa, o que acaba por ser normal. É muito irrequieto e tem um grande raio de acção, aparecendo em muitas zonas do campo ao longo dos 90 minutos. Tem uma excelente relação com a bola quer ao nível das recepções, do toque de bola, do drible, da condução e do passe. Sai muito bem de espaços curtos e é bom a proteger a bola, tendo um drible curto bastante interessante. Não se esconde, gosta de ter o esférico, sem ter problemas em assumir as despesas.

 

É um jogador que com a bola gosta de progredir no campo, quebrando as linhas adversárias. Pragmático, gosta de jogar simples em passes curtos e combinações, sendo bom no passe, apesar de precisar de apurar o timing de soltar a bola e para onde o fazer. Tem uma coisa muito boa: as recepções orientadas, recebendo muitas vezes para orientar a bola para o momento que já pensou em fazer na sequência, o que lhe poupa segundos precisos, sendo que prefere jogar a bola no chão, e não andar com passes longos pelo ar. Anda sempre por diversas zonas do campo, a tentar ser solução. Gosta dos movimentos de ruptura sem bola nas costas da defesa contrária - talvez este movimento acontecesse também muito devido aos insistentes pedidos de Quim Machado - e de procurar o espaço entre linhas na frente da defesa, mas precisa de melhorar os lugares que vai pisar, ou desgastar-se-á muito nesta incessante busca que depois não é servida ou necessária. Temporiza muito bem e não é fácil roubar-lhe a bola sem ser nos duelos onde entra a parte física. Precisa de melhorar o seu posicionamento defensivo, principalmente sem bola, onde muitas vezes fica algo perdido em campo.

 

Gosto muito deste tipo de contratações do Benfica e fiquei bastante contente com a oficialização deste negócio. É um jogador que me agrada muito e em quem vejo potencial para crescer mais e mais. Não me parece que pegue já de estaca na equipa principal, precisando de entrar aos poucos, mas a qualidade está toda lá. Vamos ver como reagirá a este nível de exigência maior e a uma pressão mais elevada. E, claro, ser jogador/adepto ajudará, será como se uma parte de nós, que sofremos por este clube, esteja ali representada. Só isso não o ajudará em campo, mas a verdade é que será também fundamental.

 

* Na impossibilidade de colocar aqui os gifs, devido ao problema dos direitos televisivos, e que serviriam de suporte ao artigo como tem sido habitual, terei de colocar dois vídeos que estão no Youtube.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32

Análise a Luka Jović

por P1nheir8, em 01.02.16

 

Hoje foi dia do Benfica anunciar mais uma contratação. Luka Jović, jovem avançado sérvio de 18 anos, chega no último dia do mercado, proveniente do Estrela Vermelha. Luka, é filho de um antigo jogador sérvio - Milan Jović - e tem dupla nacionalidade, pois apesar de representar a Sérvia, nasceu em Bijeljina, na Bósnia e Herzegovina. Desde cedo começou a dar nas vistas, sendo num dos jogos onde brilhou que, Toma Milićević, olheiro do Estrela Vermelha, o convidou a fazer testes no clube sérvio. Quando já jogava pelo clube, o seu pai tentou que ele fosse para o FK Partizan - clube que ofereceu a Luka e ao pai uma boa quantia em dinheiro -, mas o jogador insistiu em ficar no Estrela Vermelha.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

Análise a Ivan Šaponjić

por P1nheir8, em 16.01.16

 

No verão passado, assisti ao Mundial Sub20 que se realizou na Nova Zelândia. Uma das selecções que mais acompanhei, foi aquela que se viria a sagrar campeã mundial, a Sérvia. Era uma equipa recheada de talentos. Tínhamos na baliza Predrag Rajković - melhor guarda-redes presente na prova - e defesas como Nemanja Antonov, Srđan Babić, Miloš Veljković, Vukašin Jovanović ou Milan Gajić. No meio-campo, um Marko Grujić a quem já se lhe reconhecia talento, apesar de pouco ter mostrado na prova e Nemanja Maksimović, jogador que até já defrontou o Benfica este ano pelo Astana. Mais para a frente de ataque, destacavam-se o diabólico Andrija Živković e Sergej Milinković-Savić. Sempre achei que a grande falha nesta equipa, era a falta de uma boa referência no ataque, já que qualquer um dos avançados que ia rodando, mostrava muito pouco. Um deles, era Ivan Šaponjić, que foi alternando a titularidade com Staniša Mandić. Marcou dois golos na competição, ambos de cabeça e depois de sair do banco de suplentes. Golos bastante importantes, que permitiram a continuidade da equipa na prova.

 

Ivan Šaponjić chega do FK Partizan, tendo passado antes pelo Zlatar Nova Varoš e Sloboda Užice. Fez a sua estreia na equipa principal a 30 de Novembro de 2013, quando tinha apenas 16 anos. Depois desse jogo, não voltou a jogar mais na equipa A durante a época. Começou a ser regularmente utilizado no plantel sénior a partir de Fevereiro de 2015. Foi somando minutos, mas sem nunca ser um titular indiscutível. Em 42 jogos pelo FK Partizan, soma 11 golos, dos quais 7 são na Liga. Sempre foi presença assídua nas selecções mais jovens e se destacou pelos golos marcados. Fez, em vários escalões, dupla com Luka Jović - jogador apontado ao Benfica -, como por exemplo na fase de qualificação para o Europeu Sub17 em 2014, onde marcou 5 golos. Também esteve bem na qualificação para o Europeu Sub19 de 2015, onde marcou 3 golos. Já é internacional Sub21, depois de ter jogado dois jogos em Novembro do ano passado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22







Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D