Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os trinta escolhidos

por P1nheir8, em 17.07.15

 

A equipa do Benfica partiu hoje para o Canadá, onde irá disputar a International Champions Cup. O primeiro jogo será contra o PSG na madrugada de sábado para domingo à uma e meia, e finalmente todos iremos ver a bola a rolar em jogo.

 

Para este estágio, Rui Vitória levou 30 jogadores, sendo eles:

 

Guarda-redes: Júlio César, Paulo Lopes e Ederson.

Defesas: Lisandro López, Luisão, Eliseu, Sílvio, Jardel, André Almeida, Nélson Semedo e Marçal.

Médios: Fejsa, Samaris, Gaitán, Ola John, Pizzi, Cristante, Talisca, Gonçalo Guedes, Lindelöf, João Teixeira, Guzzo, Taarabt, Nuno Santos, Djuricic, Carcela;

Avançados: Lima, Jonas, Jonathan Rodríguez e Nélson Oliveira.

 

Depois de observarmos esta lista, podemos ver que já foram riscados vários jogadores que não contam para esta época. César, Rúben Amorim, Pelé, Mukhtar, Diego Lopes, Murillo, Derley e Rui Fonte não vão continuar no plantel. César estará a caminho do Flamengo, Pelé é pretendido pelo Granada, Mukhtar pode voltar para a Alemanha, Rui Fonte estará a caminho do Braga, Murillo já foi oficialmente emprestado por um ano ao Tondela, enquanto Diego Lopes e Derley deverão jogar na Turquia por empréstimo.

 

Destas dispensas, a menos esperada é a de Mukhtar, jogador que até haviam algumas esperanças que este ano se afirmasse no Benfica. No entanto, a concorrência para os lugares onde ele poderia jogar é muita. Tanto para as alas ofensivas como para a posição atrás do avançado, há muitos nomes. Depois também se fala que o jogador não se adaptou bem, e que está com saudades do seu país. Um empréstimo a um clube alemão, onde jogasse regularmente, poderia ser uma boa opção. Rúben Amorim também seria algo surpreendente, mas como o jogador não foi chamado para se apresentar, é normal ele não fazer parte das contas. César e Derley foram contratações falhadas, e depois de um ano no Benfica, vão sair.

 

Podemos ver que destes 8 nomes que foram dispensados, 3 deles foram contratados para esta época. Pelé, Diego Lopes e Murillo, são jogadores que chegaram este ano ao Benfica e que já estão dispensados. São este tipo de contratações que não fazem qualquer sentido, estes jogadores é que são caros e não aqueles que custam vários milhões mas que depois rendem. Há que parar com este tipo de contratações, contratar tudo o que mexe não é uma coisa boa, e deve-se tentar ser muito mais cirúrgico nas contratações, guardando o dinheiro para verdadeiros reforços e acabar de vez com o carrossel Benfica. Depois dizemos que não temos dinheiro, e percebe-se o porquê de ele se gastar.

 

Rui Vitória vai levar todos os jogadores que chegam da formação do Benfica. Alguns deles podem ser muito boas surpresas para quem não os conhece e não acredita muito neles, vamos ver se aproveitam esta oportunidade.

 

Djuricic, Nélson Oliveira e Jonathan terão aqui também uma oportunidade para se mostrar. No caso dos dois primeiros, pode ser mesmo a última. Djuricic é um jogador de quem gosto bastante, aquela técnica não engana, mas precisa de trabalhar muito. Tem de perceber que o futebol não se joga só quando se tem a bola, e ser mais agressivo e intenso em campo. Mentalmente precisa também de crescer, mas só de ir nesta digressão pode ser um indício de que pode vir a contar para Rui Vitória.  

 

Pena esta digressão acabar já bem perto da Supertaça, e pena o Benfica ainda não ter disputado nenhum jogo amigável até agora. Talvez tivesse sido melhor para assim haver menos dúvidas em relação ao plantel.

 

Olhando para o plantel de 30 jogadores, penso que o Benfica precisa de pelo menos 3 jogadores que sejam verdadeiros reforços. Caso algum titular saia, então será preciso mais. Um ou dois laterais, dependendo da questão Sílvio e do que Nelsinho e Marçal mostrarem. Depois alguém para as alas ofensivas como Rui Vitória disse na entrevista, e talvez um avançado que possa entrar de caras na equipa, podendo fazer companhia a Jonas. Vamos ver o que algumas incógnitas nos mostram neste estágio.

 

Diz-se que alguns jogadores do plantel agora já não servem, porque só valiam por estarem inseridos num modelo de jogo muito forte que o anterior treinador tinha. Concordo, em parte, mas também se não tinham qualidade, não iam jogar assim, e também agora não temos treinador para os colocar a jogar a bom nível? Depois também há a outra face da moeda, jogadores que não contavam, e agora podem contar, sendo reforços para o Benfica.

 

Vamos ver o que este estágio nos mostra, e aí sim, as dúvidas deverão ser tiradas de quem fica ou sai, e que posições estão carenciadas. Que a bola comece a rolar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D