Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Made in Benfica - Rúben Dias

por P1nheir8, em 23.09.16

 

Rúben Dias é actualmente defesa central titular indiscutível e capitão do Benfica B, mesmo sendo o seu primeiro ano de sénior e tendo apenas 19 anos. Mesmo no ano passado, quando ainda era júnior, fez 27 jogos na equipa B. Está no Benfica desde 2008 e desde aí tem acumulado muitos jogos em todos os escalões onde tem passado, contando com dois títulos nacionais conquistados - Iniciados em 2011/2012 e Juvenis em 2012/2013. Assim como nos escalões de formação, também nas selecções nacionais os seleccionadores não prescindem de Rúben. Conta com passagens por vários escalões e foi recentemente o capitão de Portugal na fase final do Euro Sub19, que se disputou na Alemanha e onde Portugal caiu nas meias-finais, perante a França (que viria a vencer a prova).

 

O jovem defesa central natural da Amadora, desde há muito que é aposta dos responsáveis do Benfica para um dia chegar à equipa principal, tendo sido já convocado no ano passado para o jogo da Liga dos Campeões, frente ao Zenit, na Rússia. Olhando mais para as características de Rúben, é um jogador extremamente possante, com um volume corporal bem acima da média (1,87m e 83 kg). Nos duelos corpo a corpo, raramente perde um, mesmo contra jogadores bem mais velhos que ele, mas onde a diferença nem se nota já que tem muita força. Não é dotado de uma grande agilidade nem aceleração, mas depois de embalar, consegue ser rápido, sendo o problema o arranque. Tem uma boa impulsão e ganha inúmeros duelos no ar.

 

Com os pés (pé direito é o seu preferido, mas também sabe usar o esquerdo quando é necessário), vejo nele mais capacidade do que a que actualmente demonstra. Ele não compromete no passe, pois joga mais seguro, mas acredito que pode crescer nos passes que faz, arriscando mais nos verticais e colocando a bola na frente, em vez de ser ao lado e/ou para trás. Tenta também várias vezes os passes longos, tendo uma razoável assertividade. Quando ganha os lances, por vezes também arrisca a subir com bola, tentando desequilibrar no ataque. É bastante forte na marcação e no desarme, antecipando-se várias vezes aos opositores. Apesar da idade, demonstra já um bom posicionamento em campo. Tem facilidade em jogar num bloco alto, defendendo bem em profundidade e em amplitude, sendo ele a coordenar a linha defensiva. Acho que por vezes ainda coloca algo mal os apoios, pois coloca-os demasiado para a linha lateral ou final, quando tenta controlar a profundidade.

 

Onde considero que também pode melhorar, é no aproveitamento do seu jogo aéreo nas bolas paradas ofensivas. Tem capacidade e características para fazer mais golos que aqueles que faz actualmente, pois é muito difícil de travar quando ataca a bola embalado de trás. Tem na agressividade que por vezes utiliza outro ponto que deve melhorar. É extremamente agressivo na disputa dos lances (já leva 5 amarelos esta época) - em qualquer zona do campo - e tem de perceber que por vezes, em certas zonas, tem de ser mais contido, entrar com mais calma para não correr o risco de ser expulso e de fazer faltas perigosas que prejudiquem a sua equipa. Tem perfil de capitão, um verdadeiro líder e não tem receio em comandar a equipa ou fazer acordar quem precisa, sendo muito respeitado em campo. Não só para o mal fala, já que muitas vezes também congratula os colegas por acções bem conseguidas.

 

Acho que Rúben, mais tarde ou mais cedo, vai ter o seu espaço na equipa principal do Benfica, pois tem muita qualidade e ainda espaço para melhorar. Precisa de rever o seu problema com a agressividade em determinados lances, que podem custar caro para a equipa, uma vez que os árbitros, conhecendo já esse seu perfil, também estão mais atentos ao que ele faz, ficando condicionado. Para já, vai continuar a liderar a equipa B depois deste belo começo de época e a esperar pela sua oportunidade na equipa A.

 

 

Vídeo feito por mim sobre o Rúben Dias. Se quiserem subscrever o canal do blogue, como agradecimento, ficaríamos muito satisfeitos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:52


2 comentários

De bcool973 a 24.09.2016 às 14:40

Do que vi no Europeu e do que vejo na equipa B, muitas vezes o Rúben tem uma deficiente leitura do jogo, reagindo tarde aos estímulos e ao que o jogo pede, sendo melhor a entrar em esforço do que a antecipar lances, tipo Lisandro. Esse para mim é o maior defeito dele e a menos que o melhor, dificilmente acho que pode ser uma opção viável para uma equipa que joga como o Benfica.

Em termos de Portugal, faz-me lembrar o José Fonte, isto é, não quero dizer que não possa fazer uma grande carreira internacional, especialmente num país como a Inglaterra onde os duelos individuais são o pão nosso de cada dia, mas tenho dificuldade em vê-lo a jogar numa defesa à zona, sem referências individuais, especialmente defendendo em bloco alto.

É óbvio que esta minha visão está influenciada pelas equipas onde o tenho visto jogar e reconheço que nem a equipa B do Benfica, nem a selecção são equipas que defendam com os princípios de jogo da equipa principal e como tal, exposto a ideias diferentes e com jogadores e treinadores que lhe peçam coisas diferentes pode evoluir para aquilo que hoje não faz.

Sempre que olho para jogadores da equipa B, tenho que me lembrar de Lindelof, cujo rendimento aumentou exponencialmente quando se estreou na equipa principal e por isso admito que as minhas impressões possam estar influenciadas pelas realidades actuais, mas nada do que vi até agora me parece indicar que o Rúben tenha, neste momento, o que é necessário para se afirmar como titular. Penso que com uma época como 4.º central e exposto a outras ideias seria o ideal para tirar a prova dos nove.

De jorgen80 a 25.09.2016 às 18:40

O problema destes vídeos é que são o best of. Mas partindo daí, e ao contrário do colega acima, na minha opinião, o jogador denota grande capacidade de leitura e consequente antecipação. É claramente um falso lento que tem velocidade suficiente para aguentar pelo menos até aos 30 anos qualquer adversário. Há muitas bola que recupera vindo de trás: Rápido mentalmente a reagir. Também bem com os pés, assume a bola sem qualquer problema, quer no transporte, quer no passe longo. Mais importante que tudo isso, é o que demonstra as suas expressões faciais dentro do campo. É um jogador super concentrado, de verdadeiro líder. Será uma questão de ser aposta ou não. Kalaica terá sempre prioridade. Mas saindo Luisão e Lindelof, tudo é possível.

Comentar post








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D