Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fim-de-Semana das Modalidades

por Miguel Martins, em 13.10.15

 

Começou este fim-de-semana a Liga de Basquetebol em Portugal. Logo a marcar esta 1ª jornada, tivemos a greve dos árbitros que impossibilitou a realização do jogo Benfica x Vitória de Guimarães. Desde já, uma nota muito negativa para a Federação. Continua a ser um dos maiores problemas da modalidade em Portugal ao contrário daquilo que deveria ser. Numa liga já de si deficitária em termos financeiros, ainda assistimos a este tipo de situações que acarretam mais custos para os clubes em viagens, estágios e policiamento aos clubes. Uma situação vergonhosa e que carece de uma solução com a máxima urgência.

 

No Domingo, a equipa do Benfica deslocou-se à Maia para defrontar a equipa local. O jogo foi desde cedo controlado pelos comandados de Carlos Lisboa, pese o Maia ter sido um digno adversário, tentando dar a luta possível. Ao intervalo, o Benfica já ia vencendo por 22-30, sendo que o resultado final foi 50-64.


Duas notas adicionais sobre este jogo. Cláudio Fonseca teve uma boa exibição, acabando com 16 pontos, 11 ressaltos e 2 desarmes de lançamento. A outra nota é menos positiva, já que o Benfica marcou poucos pontos para o potencial ofensivo que apresenta.
No próximo sábado, defrontamos o FC Porto em casa, às 18h30. No domingo, a equipa desloca-se a Barcelos para defrontar a equipa local, em horário ainda a definir.


 

A nossa equipa de Futsal teve a sempre complicada deslocação a casa do Boavista nesta última jornada. O jogo bastante equilibrado, onde estivemos por 3 vezes em desvantagem no marcador. Apresentando-se sem Juanjo, Chaguinha e Jefferson, o Benfica teve muitas dificuldades para controlar o jogo, caindo no tipo de jogo que o Boavista queria. Foi com alguma surpresa que o Boavista chegou ao 1-0, tendo de imediato o Benfica reagido e feito o 1-1 por intermédio de Alan Brandi. Contra a corrente de jogo, a equipa da casa voltou a fazer o 2-1, num erro clamoroso do nosso guarda-redes Bebé. Pouco depois, voltamos a empatar por intermédio de Ré. Praticamente na reposição de bola, o Boavista fez o 3-2. Resultado que se registava ao intervalo. Destaque nesta 1ª parte para a expulsão de Henmi que é absolutamente inadmissível para um atleta do Sport Lisboa e Benfica.


Na 2ª parte, o Benfica acertou em termos defensivos, começando a pressionar mais os adversários. Patias, através de duas grandes penalidades, colocou o Benfica a vencer por 3-4. Depois de estar em vantagem, a equipa de Joel Rocha tornou-se dona e senhora do jogo, tendo feito o 3-5 por Bruno Coelho, o 3-6 por Patias. Mesmo a terminar o jogo, Fábio Cecílio fez o 3-7, estabelecendo o resultado final da partida.


Na ressaca da boa prestação europeia, e sem jogadores decisivos, o Benfica teve uma vitória muito saborosa. Patias foi o homem do jogo.


Sábado, recebemos o Sporting em casa, às 14h30.


 

A equipa de Hóquei em Patins, deslocou-se a Viana do Castelo, onde defrontou a Juventude de Viana. Uma deslocação a um pavilhão sempre difícil. Sem grandes brilhantismos, o Benfica venceu por 3-6.


Ao intervalo, já íamos vencendo por 0-1, fruto de um golo de João Rodrigues a concluir uma boa jogada coletiva. No reatamento, fizemos o 0-2 por Marc Torra, tendo a Juventude reagido e reduzido para 1-2. Num jogo de parada e resposta com diversas oportunidades de golo para ambas as equipas, João Rodrigues voltou a marcar e a fazer o 1-3. Logo de seguida, o mesmo jogador fez o 1-4, dando alguma tranquilidade ao Benfica. Depois deste momento, controlámos sempre o jogo, pese a Juventude ter ainda reduzido para 2-4. No entanto, passados alguns minutos, Nicolia colocou um ponto final no jogo, fazendo o 2-5. Nos momentos finais ainda se assistiu a mais 2 golos. Primeiro por intermédio do nosso capitão Valter Neves, fazendo o 2-6, para depois o Juventude reduzir e fixar o resultado final em 3-6.

Este Benfica, para os jogadores que tem, joga pouco e de forma desequilibrada. Não percebo como entramos em campo com 2 jogadores muito semelhantes em termos de movimentação, como são os casos de Marc Torra e João Rodrigues. Assim como entramos com 2 jogadores defensivos como Valter e Tiago Rafael, ficando no banco jogadores como Diogo Rafael e Nicolia. Não seria mais produtivo um 5 inicial com Trabal, Valter, Diogo, Nicolia e João? Depois a rotação era feita com Tiago Rafael, Miguel Rocha, Adroher e Torra. É certo que no hóquei a titularidade não é relevante, pois todos jogam e não há limites de substituições, mas os 5 deviam ser equilibrados em termos de velocidade, fantasia e equilíbrio defensivo. A rever, por Pedro Nunes.


No fim-de-semana não jogamos, ficando agendado o derby com o Sporting para quarta-feira, dia 21, às 21h00. Nota negativa para o horário do jogo, já que coincide com o jogo da equipa de futebol na Turquia. Mais uma vez, os nossos rivais tiveram medo do pavilhão da Luz cheio. Recordo-me de um outro rival o ter feito na época passada e lhe ter corrido bastante mal. É repetir a dose esta temporada. 



Começou também este fim-de-semana o Campeonato Nacional de Voleibol. Na 1ª jornada, o Benfica recebeu e venceu o Vilacondense por 3-1, com parciais de 25-11, 19-25, 25-22 e 25-12.


Num encontro que seria teoricamente fácil, o Benfica teve um 1º set muito bom. Depois no 2º e no 3º set, demonstrou diversas desconcentrações que não são admissíveis para o nosso nível. No 2º fomos mesmo derrotados de uma forma clara. No 3º, estivemos a vencer folgadamente, mas permitimos a reação da equipa adversária, tendo depois a nossa maior valia em termos de qualidade dado para segurar a vitória. No 4º set voltámos ao nosso nível e vencemos confortavelmente.


No próximo sábado temos a sempre difícil deslocação a Espinho, onde defrontaremos o Sporting de Espinho, num jogo marcado para as 17h. No Domingo, recebemos às 17h um reforçado Castêlo da Maia.


 

Sábado, a nossa equipa de andebol recebe o Madeira SAD às 16h30, por isso, tudo se conjuga para um dia à Benfica nos pavilhões da Luz. Derby de Futsal, um sempre apetecível Benfica-Madeira SAD em Andebol e para terminar, um clássico entre Benfica e FC Porto em Basquetebol.

E porque o Benfica é mais do que futebol, tudo aos pavilhões!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D