Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Análise ao Benfica vs Sporting

por P1nheir8, em 26.10.15

 

Ontem, na 8ª jornada da Liga NOS, o Benfica recebeu em casa o Sporting, no derby que faz parar o país. Para este jogo, Rui Vitória não mexeu na equipa que defrontou o Galatasaray na última 4ª feira, tendo apresentado o mesmo 11 inicial.

 

O jogo começou algo dividido, mas com o Benfica a estar um pouco por cima, chegando mais perto da baliza de Rui Patrício. No entanto, na 1ª vez que o Sporting vai à baliza, marca golo. André Almeida perde a bola e Teo marca o primeiro golo da partida, depois de passe de Adrien.

 

O Benfica tentou responder ao golo do Sporting, pressionando e chegando perto da baliza adversária. Jonas atira ao lado, após passe de Gonçalo Guedes e depois chega atrasado a um cruzamento de Gaitán. Com o passar dos minutos, o ritmo de jogo foi baixando e o Benfica já não estava a ter tanta bola.

 

Aos 22 minutos, o 0-2 no marcador. Cruzamento de Jefferson na esquerda e Slimani a cabecear sozinho na área, fazendo o segundo golo do jogo. Perto dos 30 minutos de jogo, o Benfica cria perigo, mas o remate de Jonas sai por cima da barra. Já se notava muito nervosismo em vários jogadores do Benfica.

 

De contra-ataque, o Sporting faz o 0-3 aos 36 minutos, por Bryan Ruiz. O Benfica acusava muito os golos adversários e a equipa estava de cabeça perdida. Nada saía de bom no jogo. Faziam muitas faltas e pressionavam com pouca cabeça.

 

O intervalo chegou mesmo com o Benfica a perder por 0-3.

 

 

A equipa de Rui Vitória não entrou mal no jogo, mas com os golos do Sporting a sucederem-se, a 1ª parte tornou-se um pesadelo. Nunca se conseguiu arranjar antídoto para a presença de João Mário no meio-campo, quando saía do lado direito do ataque. Depois a equipa continua péssima a reagir à perda e a fazer a transição defensiva, e isso custou muito caro. Perdemos a bola, mas depois a pressão é feita sem grande critério e somos facilmente ludibriados pelos adversários. Muito passivos defensivamente, e com pouca atitude.

 

Não conseguimos ter uma única verdadeira oportunidade de golo em 45 minutos, o que é muito preocupante. A posse de bola foi com fraca qualidade e só a tínhamos até certo ponto. Quando se entrava em zonas mais na frente, não conseguimos ultrapassar a pressão do Sporting, a não ser com a lateralização do jogo. Saídas a jogar também sofríveis.

 

Júlio César ficou mal na fotografia no 1º golo, dando a ideia que a bola lhe escorregou da mão. Os laterais pouco deram ao jogo da equipa, tanto ofensivamente como defensivamente. Os centrais tiveram dificuldades com as movimentações dos dois avançados e com o espaço que eles procuravam entre a defesa e meio-campo do Benfica, posicionando-se várias vezes mal. A dupla de meio-campo não esteve bem. Pressão pouco eficaz, perdas de bola e dificuldade perante a inferioridade numérica.

 

Gaitán tentou fazer tudo sozinho, mas para a frente. Já para trás, que corressem os outros. Guedes pouco apareceu. Jonas também teve pouco espaço. Jorge Jesus conhece o jogo dele e tentou evitar que existisse aquele espaço entre linhas para ele jogar. Raúl Jiménez andou por muitos sítios, mas acabou por não estar em nenhum. Correu muito, mas com pouco critério.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Só assim o Benfica conseguia chegar com a bola na área.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a 2ª parte, Rui Vitória fez uma alteração. Entrou Fejsa e saiu Eliseu. André Almeida foi para lateral esquerdo e Fejsa foi colocar-se no meio-campo. Logo aos 47 minutos, Fejsa leva cartão amarelo.

 

O Sporting controlava o ritmo do jogo. O Benfica jogava muito com o coração e pouco com a cabeça, e pouco ou nada de bom criava no jogo. O Sporting quase volta a marcar aos 57 minutos, mas o remate de Jefferson sai ao lado da baliza de Júlio César. Fejsa sai lesionado aos 67 minutos, e para o seu lugar entra Pizzi.

 

A equipa de Rui Vitória não conseguia criar nenhum lance de perigo. Era uma equipa lenta e muito previsível em campo. O Sporting ia trocando a bola, pressionando e gerindo o ritmo de jogo conforme lhe dava mais jeito. Aos 69 minutos, a única grande oportunidade do Benfica no jogo. Raúl Jiménez evita que a bola saia, deixando Naldo para trás, mas não consegue finalizar depois a jogada. Pouco depois, Samaris também leva algum perigo para a baliza de Rui Patrício, depois de um remate de longe.

 

Pizzi, aos 77 minutos, atira ao lado da baliza de Rui Patrício, depois de uma das poucas vezes que o Benfica conseguiu chegar com a bola controlada na frente. Depois desse lance, Rui Vitória faz a 3ª substituição. Entra Mitroglou e sai Gonçalo Guedes, passando Jiménez para o lado direito.

 

Já existiam mais espaços neste momento e o Sporting já deixava jogar mais, mas nem assim a equipa de Rui Vitória criava grande perigo. Num lance caricato aos 88 minutos, Luisão quase marca autogolo, mas Júlio César consegue evitar quase em cima da linha.

 

O jogo acabou pouco depois, com o Benfica a perder em casa contra o Sporting por 0-3.

 

 

Não há muito a dizer desta 2ª parte. Benfica continuou uma equipa muito lenta e previsível, com uma qualidade de pressão e de posse de bola muito fraca. Jogadores completamente desinspirados e com falta de atitude. A equipa chegava sempre atrasada aos lances, já que os jogadores estavam sempre distantes.

 

A defesa acabou por melhorar um pouco, fechando melhor os espaços. A pressão continuou a ser muito fraca. No meio-campo pouco se notou a entrada de Fejsa ou Pizzi. Guedes desaparecido, Gaitán a jogar só para a frente e muito individualista. Jiménez e Jonas continuaram desaparecidos no jogo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este foi um péssimo jogo do Benfica. Aliás, não foi péssimo, foi vergonhoso. Não há que passar a mão pelo pêlo ou fazer cafunés na cabeça. Há que se assumir as responsabilidades do que se passou em campo. O Benfica perdeu em casa por 0-3 com o Sporting. Repito. O Benfica perdeu em casa por 0-3 com o Sporting. E tudo isto com 3 golos em 45 minutos. Mais. O Benfica apenas criou uma oportunidade de golo durante o jogo todo e que acabou por acontecer devido a um erro de Naldo e insistência de Raúl. Isto é bastante preocupante.

 

A atitude dos adeptos foi, de facto, de grande valor durante aqueles cânticos aos 70 minutos. Foi, no entanto, uma declaração de amor ao clube, não ao que se passou dentro do campo. Essa não pode ser a questão central de um jogo onde o Benfica perde em casa por 0-3 com o seu maior rival. E depois de termos sido completamente vergados em campo, as questões ao treinador do Benfica e as respostas, prendem-se muito com a atitude dos adeptos. Afinal o que estava em causa não eram os 3 pontos? Isto acontece depois de semanas em que tudo se disse do clube, em que se pediu a resposta em campo, mostrar o orgulho ferido, e o que aconteceu foi isto. Ainda somos o Benfica. Há que existir exigência.

 

Não percebo Rui Vitória. Diz que a equipa estava completamente preparada para o jogo, mas não estava. Tirando aqueles minutos iniciais, o jogo foi sempre jogado da forma que interessava ao Sporting. Não estava preparada para as movimentações de Teo, para os movimentos de João Mário, para a subida em bloco da defesa, para arranjar soluções na saída de bola, para jogar sem Jonas no espaço entre linhas, para os cruzamentos de Jefferson, para os contra-ataques, e podia continuar.

 

Rui Vitória diz que as suas equipas têm de saber reagir à perda da bola, mas neste jogo existiu um mundo e mais alguns de diferença entre as duas equipas. A posse de bola foi fraca, lenta e previsível. A transição defensiva foi péssima. E pior, a atitude em campo foi lamentável. Já nem vou pegar nas substituições, não vale a pena.

 

Eu sei que não tens culpa de muitas lacunas que existem no plantel, mas o que se passou é muito mau. Cria soluções, não insistas em algo que já viste que não serve. Onde anda o Cristante, Carcela, Djuricic, Renato Sanches, João Teixeira? E acho que Mitroglou devia ter jogado neste jogo, segurando mais a defesa do Sporting, tendo também mais presença na área. Sei que não é rápido, mas tem marcado. Depois colocamos um avançado a médio ala nos últimos minutos.

 

Rui, isto é o Benfica. Não é só falar na família Benfiquista, nos processos, no rumo. Nesta altura, já há que mostrar muito mais em campo. O que é certo é que em 3 jogos contra Porto ou Sporting, o Benfica tem 3 derrotas. O que é certo também, é que em 12 jogos oficiais do Benfica este ano, já se contam 5 derrotas.

 

Exigem-se melhorias, muitas melhorias e o assumir de responsabilidades do que se passou. Lá estaremos 6ª feira em Aveiro, onde é mais do que obrigatório ganhar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:57


29 comentários

De hcl a 26.10.2015 às 19:38

Impecável.

Aquele lance com os 5 do Benfica completamente às aranhas (~62) diz bem da desorganização.

Não temos treinador.

De PP a 26.10.2015 às 20:07

Boas Pinheiro!

Percebo o teu descontentamento perante o resultado, pois sinto o mesmo. Mas, há coisas do diabo. O Sporting marca dois golos em dois remates que faz à baliza, considerando que a carambola com o Júlio César é um remate do Gutierrez.

Até esse período, seria interessante fazer uma análise aos erros tácticos e técnicos das duas equipas. Talvez perceberíamos que se calhar o principal factor foi a falta de eficácia e capacidade de definição.

De qualquer maneira, também acho que seria importante analisar as estratégias de uma e doutra equipa, pois houve apenas uma equipa em campo a correr riscos. E essa equipa foi a do Benfica. A do Sporting apenas foi expectante. Digamos que foi uma equipa cínica, no sentido que o Benfica jogava e o Sporting marcava.

Até ao terceiro golo, os dois homens do Benfica, tirando alguns dos casos que mencionaste nas animações, deram bem conta do recado, com a ajuda de Guedes e Gaitán. Por isso mesmo é que nesse período de tempo o Benfica conseguiu chegar mais vezes às zonas de finalização do que o Sporting. Estou a escrever isto, porque há muita gente que neste momento está a colocar no pedestal o Jesus e a colocar na cruz o Rui Vitória. Se o Benfica não tivesse conseguido atacar e chegar lá à frente até admitia, mas estava a conseguir.

Depois há a questão mental e emocional dos jogadores. O péssimo jogo após o 3º golo é reflexo disso mesmo.

Abraço

De Diogo a 26.10.2015 às 20:45

Ja vi equipas a perder por 3-0 ao intervalo e a tentarem dar a volta isto é claramente falta de qualidade da equipa e este jogo so reflete isso ! o joco com o atletico foi so um balde de areia para tapar os olhos daqueles que achavam que tudo estava bem !

De PP a 26.10.2015 às 21:52

Quando se perde a cabeça... é difícil.

;)

De Admirador do Isaías a 26.10.2015 às 21:52

Caro PP,

Falta de eficácia?! Pela sua rica saúde, homem! Jogámos à biqueirada para a frente e ao chouriço para a área porque todos os caminhos estavam fechados e a equipa não apresentou uma, UMA QUE SEJA, estratégia que contrariasse a única forma que Jesus põe as equipas dele a jogar e vem falar em falta de eficácia? Houve uma única tabelinha o jogo todo, mal entrou o Pizzi e deu logo em lance de semi-perigo, mas ficou-se por aí.

Pelo que vi ontem, mesmo que o penalty sobre o Luisão tivesse sido marcado e desse golo, tenho a impressão que eles davam a volta na mesma, tal foi a incapacidade em sair com a bola em fazer qualquer tipo de jogo interior, zero!

Perdoe a minha estupefacção, mas nem acredito no que li na sua opinião.
Respeito a sua opinião, claro, mas acho que devemos ter visto jogos diferentes!

Com Consideração,
Isaías

De PP a 28.10.2015 às 16:45

Isaías,

Se eu analisar o jogo a partir do 2º, e sobretudo depois do 3º golo, posso concordar contigo. Mas, aí a equipa já tinha perdido a cabeça. Enquanto a houve, eles até estavam a jogar bem. E escrevo bem, porque estavam a ultrapassar a estratégia defensiva do Sporting. O problema esteve no último terço do terreno com definições deficientes e finalizações ineficazes.

Abraço

De Admirador do Isaías a 28.10.2015 às 16:53

Caro PP,

Mesmo se aceitar que foi só a partir do 1º golo ou 2º, apesar de não ter visto nada dessa capacidade nossa de desmantelamento da estratégia defensiva do Sporting, uma equipa que se desfaz após um golo e que perde por completo as ideias é, simplesmente, mal gerida, mal liderada.

Nas dificuldades e contra os mais fortes é que se vêem os bons treinadores e equipas. Nós vimos o inverso no Domingo.

Cumprimentos,
Isaías

De PP a 26.10.2015 às 20:13

Pinheiro, será possível numerares as animações? Há aí algumas que dava para debater, uma vez que não partilho inteiramente a tua análise.

;)

De a pereira a 26.10.2015 às 21:57

socio preocupado oRV nao tem maos para este ferrari

De P1nheir8 a 27.10.2015 às 17:55

Fica um pouco complicado mexer agora nos gifs, mas entretanto já debatemos os lances em outro lugar. :)

De Antonio a 26.10.2015 às 22:28

Por amor de Deus, não vale a pena continuar a achar que isto vai mudar. Não vai. O RV é fraco e não serve. O presidente que tenha a coragem de assumir o erro é o dispense enquanto é tempo.

De zeze a 26.10.2015 às 22:37

A IMPUNIDADE DO SCPORTUGAL ESTA A TER UM ROL DE SITUAÇÕES ESCANDALOSAS QUER NO HOQUEI QUER NO FUTEBOL QUER EM QUALQUER MODALIDADE E CONTINUAM TODOS A ASSOBIAR PARA O LADO


PS: ELE E CADA DIA UM COMUNICADO A DENEGRIR TUDO E TODOS E ESTÃO TODOS CALADOS , FPF .LIGA ,FPP, PGR , POLICIA JUDICIARIA ETC ETC ETC ,PORQUÊ

De Pedro Ribeiro a 26.10.2015 às 22:39

Excelente trabalho.
Aquele lance ao minuto '62, medonho.
A reacção à perda também é de bradar, parece-me até a fase do jogo em que a equipa menos preparada está.
A organização ofensiva é ridícula, é procurar o tesouro nas bandeirolas, ninguém se aproxima do portador. Zero.
A organização defensiva, apesar de todos os defeitos, até nem é o pior de tudo, lol.
Isso e as bolas paradas (Rui Vitória manteve o que estava do Jorge Jesus).

De Antonio a 27.10.2015 às 00:07

Por amor de Deus, não vale a pena continuar a achar que isto vai mudar. Não vai. O RV é fraco e não serve. O presidente que tenha a coragem de assumir o erro é o dispense enquanto é tempo.

De Anónimo a 27.10.2015 às 09:12

Posto isto, porque não te candidatas a treinador de uma qualquer equipa de futebol? Treinadores de bancada há muitos para analizar o que se faz mal, à uns dias atrás quando ganhamos em Madrid era a melhor equipa do mundo.
Este jogo já passou e agora todos a Aveiro, eu sou dos que só vou ver o Meu Benfica ao Nosso Estádio, mas estou a pensar abrir uma exceção para apoiar a Nossa Equipa neste momento difícil.
Para os Benfiquistas só de vitórias: FIQUEM EM CASA!

CARREGA BENFICA BICAMPEÃO!!

De Anónimo a 27.10.2015 às 09:19

Não me identifiquei,
Sou o Zé Pedro, sou de Barcelos e eu sim... SOU BENFIQUISTA! Vejo os jogos até ao fim e mesmo a perder 15 a zero reajo como no minuto 70 do dérbi.
CARREGA BENFICA BICAMPEÃO!!

De Admirador do Isaías a 27.10.2015 às 10:34

Caro Zé Pedro,

O que faz falta é o Tribunal do Terceiro Anel, não palminhas para a humilhação.

O espírito do Benfica foi construído sob a crítica e avaliação constante, de modo a poder ultrapassar-se e tornar-se gigante. Palmas na derrota apenas afirmam que isto chega.

Cumprimentos,
Isaías

De P1nheir8 a 27.10.2015 às 17:58

Fantástico, Zé Pedro. Tu és - sem sombra de dúvidas - o melhor e maior adepto do mundo.

Cumprimentos. :)

De Anónimo a 27.10.2015 às 13:31

" à uns dias atrás quando ganhamos em Madrid era a melhor equipa do mundo."

Só passou a melhor equipa do mundo quem anda a dormir ou percebe tanto disto como eu de física quântica.

Ganhamos em Madrid com muita sorte,é ver como foram os primeiros 25/30 minutos,só não saímos goleados dessa fase por mera sorte.

De Anónimo a 27.10.2015 às 09:28

Brilhante trabalho.O texto,as imagens que devem ter um trabalho imenso a seleccionar e a legendar,por isso desde já os meus parabéns.O treinador e os jogadores deviam ser convidados a ver isto.A dada altura perguntei-me se estava a ver futebol ou pugilato,aquilo é que foi malhar devidamente autorizados pelo árbitro que chora quando o Sporting perde.Acredito que lá do camarote presidencial estes pormenores de arbitragem lhes escapem,deve ser da distância,se estivessem mais perto dos adeptos,daqueles que sofrem mesmo de verdade com o seu clube,a visão seria bem melhor.Mas por ali não há charutos ,nem uns wiskies ao intervalo,uma chatice.Estava eu agora a pensar nas declarações dos últimos dias produzidas pelo tipo da claque que agora lidera os destinos do clube,do árbitro da madeira que se prestou a um frete encomendado,insinuações nos meios de comunicação por fanáticos comentadores,e espanto dos espantos o que ouvimos da direcção foi "Não liguem ao ruído".Estava habituado a muito mais e melhor em anteriores direcções do Benfica,mas isso já lá vai o tempo, muito tempo,quando o clube era dirigido por gente que para alem de dedicação a uma causa não tinha qualquer tipo de interesse,em usar o estatuto conferido pelos sócios para benefício pessoal.Isso já foi à muitas luas,mas acredito que ainda há gente por aí,não muitos é verdade,capazes de dirigirem o Sport Lisboa e Benfica com responsabilidade e paixão.Esta atitude da direcção do "Ignorem o ruído",esta atitude cobarde,será que não passa para o balneário?Se calhar passa,a avaliar pela atitude no jogo de Domingo dos jogadores,depois é o que se viu,três secos...Um abraço para terminar,e a partir de hoje este blogue fica nos meus favoritos.Bem Haja.

De P1nheir8 a 27.10.2015 às 18:06

Muito obrigado,
Concordo, há algumas coisas que só custam aos adeptos. O que se passou nestas últimas semanas, exigia uma resposta em campo e o passar da mensagem, mas nada disso aconteceu. É uma pena que algumas pessoas não percebam ainda o que é o Benfica e que a exigência tem de existir sempre.

Cumprimentos e volte sempre.

De Mikos a 27.10.2015 às 18:47


Não era minha intenção postar como anónimo,não sei o que aconteceu,talvez porque não tenha blog no sapo,assinarei no fim dos comentários.Um abraço.

De rui pintado a 27.10.2015 às 09:41


durante anos venderam-te a ideia de q JJ só contratava merda e a estrutura era boa.

vamos analisar

reforços do SCP
Jug - 0 min
Ciani - 0 min
JP - 350
Naldo - 7020
Aquilani - 214
Paulista - 0
Teo - 457
Ruiz - 499

total de 2240 min no campeonato - 280 min de jogo em média por reforço

Reforços da brilhante estrutura de scouting e afins do SLB

Ederson - 0
tarabt - 0
carcela - 34
jimenez - 171
mitroglu - 497
marçal - 0
murillo - 0
diego lopes - 0
pele - 0
dalcio - 0
vera - 0
bilal - 0

total de 702 min jogados pelos reforços. Média de 58.5 min por cada reforço.


mas, calma, o SLB tem um 11 mt forte... é dificil entrar... ou entao nao!

zangam-se as comadres descobrem-se as verdades!

Comentar post


Pág. 1/2








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D