Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Análise a Kostas Mitroglou

por P1nheir8, em 06.08.15

 

O Benfica anunciou hoje Kostas Mitroglou como reforço para esta época. O jogador grego de 27 anos chega do Fulham, depois de uma época emprestado ao Olympiakos, clube de onde tinha saído para Inglaterra.

 

O avançado grego chega para colmatar a vaga deixada em aberto por Lima, que saiu para o Al Ahli. Apesar de vir ocupar o lugar do avançado brasileiro, são jogadores diferentes, com características um pouco distintas. Mitroglou é mais um homem de área, é um jogador que quanto mais perto está da baliza adversária, mais perigoso é. Movimenta-se muito bem no ataque, principalmente dentro da grande área, e torna muito difícil a marcação por parte dos defesas adversários. É um jogador que não gosta de estar alheado do jogo, gosta de ter bola no pé, mas que não é, nem pouco mais ou menos, tão criativo como Jonas.

 

É um jogador que não é muito rápido, sendo a falta de alguma velocidade, talvez o seu ponto menos forte. Não espero ver Mitroglou a fazer aqueles sprints para ganhar bolas nas costas, que vá buscar muitas bolas à linha ou que parta em duelos de um para um. Tem técnica, mas não é jogador de andar a driblar pelo campo. Pode, no entanto, driblar algumas vezes, mas são aqueles dribles mais curtos e saída para o remate, e que bem que ele remata. É um jogador com bom poder físico e que aguenta bem o choque. É um canhoto, mas também consegue finalizar com o pé direito, e tem um muito bom jogo de cabeça.

 

O jogo de Mitroglou precisa de muito volume ofensivo. O futebol que o Benfica mostrou na pré-época - que foi muito pobre -, não irá ajudar em nada o avançado grego. Ele precisa de ter bola na frente, precisa que a bola chegue à área, que o Benfica crie oportunidades para ele finalizar. Pode dar-se muito bem com Jonas, e acredito que esta contratação indique que vão jogar os dois juntos na frente. Na teoria, serão dois jogadores que se complementam bem, um mais criador que gosta de vir buscar jogo e depois aparecer em zonas de finalização, e outro que não desce tanto no terreno e prefere ter bola em zonas mais avançadas do terreno.

 

É também um jogador habituado aos autocarros defensivos. No Olympiakos, e assim como acontece com o Benfica em Portugal, os adversários muitas vezes limitam-se a defender muito baixo, tentando evitar a todo o custo o primeiro golo e saindo depois em contra-ataque. É aqui também que ele pode fazer diferença, naqueles jogos chatos e que parece que nada sai, qualquer bola que parece perdida pode ser aproveitada por ele, e marcar a diferença.

 

Foi uma contratação que me agradou bastante. Espero que consiga fugir a problemas físicos, que Rui Vitória consiga extrair o melhor dele e criar um bom processo ofensivo, pois aí teremos um Mitroglou em grande. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D