Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Análise a Danilo Barbosa

por P1nheir8, em 29.07.16

 

Danilo Barbosa é o mais recente reforço do Sport Lisboa e Benfica. O jovem médio brasileiro, de 20 anos, chega por empréstimo do Sporting de Braga, que detém 100% dos seus direitos federativos. Quanto aos direitos económicos, pertencem quase na totalidade à Gestifute de Jorge Mendes, que sempre viu Danilo como um dos seus jogadores com mais potencial e em quem muito apostou para um dia chegar ao topo do futebol europeu.

 

No ano passado, Danilo esteve no Valência, numa época que correu aquém do esperado, tanto individualmente para o jogador, como para o colectivo. Em Valência, somou 33 jogos e mais de 2200 minutos, sendo 26 vezes titular e 7 vezes suplente utilizado. Teve uma utilização intermitente, já que tanto aparecia a fazer vários jogos a titular, como depois deixava de ser opção (isto também se justifica pelos vários treinadores que teve). Com passagens pelas camadas-jovens do Grêmio, Vitória e Vasco da Gama, foi a este último clube que a Gestifute o contratou, desembolsando 4,5 M de euros por ele. Logo de seguida, foi colocado no Sporting de Braga, onde com idade de júnior fez 28 jogos e uma boa época no Minho.

 

Depois de terminado o campeonato português, Danilo capitaneou a selecção do Brasil no Mundial sub20 que se disputou na Nova Zelândia no passado Verão. O médio conseguiu dois segundos lugares, um colectivamente, já que perdeu a final para a Sérvia, e outro individualmente, pois foi coroado como o 2º melhor jogador da competição atrás de Adama Traoré, do Mali. Dessa selecção brasileira, que eliminou Portugal nos quartos-de-final, faziam parte jogadores como: Marlon, Jorge, Gabriel Boschilia, Marcos Guilherme, Andreas Pereira, Malcom e Gabriel Jesus.

 

Danilo é um médio com capacidade para jogar a 6 ou a 8, sendo que na apresentação ele disse que gosta mais de jogar a 8, tendo aí mais liberdade e não estando tão preso a tarefas defensivas. É um jogador que tem uma boa relação com a bola, mostrando bons apontamentos e tendo à vontade no seu trato. É capaz de jogar com os dois pés, sendo o pé direito o preferencial. Gosta de ter a bola, pedindo muitas vezes o esférico para fazer jogar. Tem facilidade em colocar-se dentro do bloco adversário e aí receber bola, não precisando de a estar a pedir sempre por fora. Quando não tem a posse e sente que poderá estar em vias de a receber, levanta a cabeça e olha para o que o rodeia, percebendo assim os posicionamentos dos colegas e adversários. Protege bem a bola com o corpo, mas ainda falha alguns passes no meio-campo adversário, assim como por vezes é pouco intenso e deixa-se antecipar, acabando por perder o esférico. Apresenta boa capacidade no transporte de bola e quando realiza esta acção, fá-lo várias vezes com qualidade (apesar da eficácia não ser total), conduzindo e protegendo bem a mesma. No entanto, não faz esta acção de forma regular. Liga bem os sectores, sendo uma boa opção para essa vertente. É também um jogador com pausa, sabendo acalmar o jogo quando é preciso e não estar sempre a acelerar. Tenta em algumas situações o pontapé de longe quando tem espaço.

 

Tem um bom posicionamento defensivo e equilibra bem a equipa (muito culto tacticamente para a idade), percebendo muitas vezes que zonas deve fechar. Contudo, é muitas vezes pouco intenso na recuperação defensiva, vindo a trote para trás e demorando a fechar, o que o faz chegar várias vezes atrasado aos lances. Tem uma boa capacidade de desarme e de intercepção, recuperando várias bolas, fazendo também bem a contenção. Usa bem o corpo para ganhar os lances aos adversários, ficando assim com a frente ganha e recuperando a bola. Tem, no entanto, alguns entradas imprudentes e que deve evitar, para não levar cartões desnecessários. É uma boa ajuda no jogo aéreo, ganhando várias bolas na zona de meio-campo e até nas bolas paradas. Se for ele a perder a bola, reage normalmente rápido à perda da bola. Se for um colega, essa reacção já é bem mais demorada.

 

Fisicamente é bem dotado, sendo também um jogador ágil. Tem um pique de aceleração bom, mantendo depois essa velocidade, mas não é um jogador extremamente rápido. Falta-lhe muitas vezes ser mais intenso e imprimir uma rotação mais alta em campo. É um jogador bastante elegante em campo, com uma maturidade muito acima da média e que não se envolve em grandes quezílias.

 

Acho que Danilo é uma boa contratação do Benfica e que tem um grande futuro pela frente. É muito acima da média para a idade que tem e pode fazer as duas posições no meio-campo, mas acho que é a 8 que vai jogar. Pode ser um elemento que ligue muito bem os sectores, fazendo chegar a bola a zonas mais adiantadas e jogando dentro do bloco adversário. Será também importante no equilíbrio da equipa, pela forma astuta como se posiciona. Tem a tal capacidade de progredir com a bola, mas ao contrário do que aparece nos vídeos (eles naturalmente só apanham os melhores momentos), isso não acontece tantas vezes em jogo como dá a transparecer e é feito com tanta eficácia. Precisa de melhorar a qualidade do passe, a rotação que imprime ao jogo em determinados momentos e também a velocidade de execução quando é mais pressionado, não perdendo tantas vezes a bola e sendo bem mais assertivo nas suas acções. Vai ser uma luta interessante entre Danilo e André Horta para aquela posição, e ambos podem ter muitos minutos. 

 

 

*Gostaria de colocar aqui os gifs dos vários jogos que serviram como base para esta análise, mas como a La Liga é exclusividade da Sport TV em Portugal, optei por não o fazer para não ter, eventualmente, problemas com isso. Ficam aqui alguns vídeos dele que estão no YouTube.

 

 

 

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12


1 comentário

De MCL a 29.07.2016 às 22:35

Estive a ver um jogo do Valencia em Madrid com o atlético, e o Danilo jogou num meio campo a três com o enzo e o parejo, no vértice mais recuado. Não fez um grande jogo, ã semelhança do resto da equipa, mas pareceu-me ser um jogador lento na transição defensiva e com dificuldade na progressao com bola. Tenho dificuldade em vê-lo a 8 no nosso modelo de jogo.

Comentar post








Sobre nós

Do futebol ao hóquei, do basquetebol ao voleibol, uma visão livre, imparcial e plural do Sport Lisboa e Benfica.



Contacte-nos por e-mail


Licença Creative Commons


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D